domingo, 16 de maio de 2010

Felicidade Realista


A princípio, bastaria ter saúde, dinheiro e amor, o que já é um pacote louvável, mas nossos desejos são ainda mais complexos.
Não basta que a gente esteja sem febre: queremos, além de saúde, ser magérrimos, sarados, irresistíveis. Dinheiro? Não basta termos para pagar o aluguel, a comida e o cinema: queremos piscina olímpica e uma temporada num SPA cinco estrelas.
E quanto ao amor? Ah, o amor... Não basta termos alguém com que podemos conversar, dividir uma pizza e fazer sexo de vez em quando. Isso é pensar pequeno: queremos AMOR, todinho maiúsculo. Queremos estar visceralmente apaixonados, queremos ser surpreendidos por declarações e presentes inesperados, queremos jantar a luz de velas de segunda a domingo, queremos sexo selvagem e diário, queremos ser felizes assim e não de outro jeito. É o que dá ver tanta televisão. Simplesmente esquecemos de tentar ser felizes de uma forma mais realista. Ter um parceiro constante, pode ou não, ser sinônimo de felicidade?
Você pode ser feliz solteiro, feliz com uns romances ocasionais, feliz com um parceiro, feliz sem nenhum. Não existe amor minúsculo, principalmente quando se trata de amor-próprio.
Dinheiro é uma bênção, gastá-lo, usufruí-lo. Não perder tempo juntando, juntando, juntando. Apenas o suficiente para se sentir seguro, mas não aprisionado.
E se a gente tem pouco, é com esse pouco que vai tentar segurar a onda, buscando coisas que saiam de graça, como um pouco de humor, um pouco de fé e um pouco de criatividade.
Ser feliz é uma forma realista, é fazer o possível e aceitar o improvável. Fazer exercício sem almejar passarelas, trabalhar sem almejar o estrelato, amar sem hora de acordar. É importante pensar se ao extremo, buscar lá dentro o que nos mobiliza, instiga e conduz, mas sem exigir-se desumanamente.
A vida não é um jogo onde só quem testa seus limites é quem leva o prêmio. Não sejamos vítimas ingênuas desta tal competitividade. Se a meta está alta demais, reduza-a. Se você não está de acordo com as regras, demita-se, intente seu próprio jogo. Faça o que for necessário para ser feliz. Mas não se esqueça que a felicidade é um sentimento simples, você pode encontrá-la e deixá-la ir embora por não perceber sua simplicidade.
Ela transmite paz e não sentimentos fortes, que nos atormentam e provocam inquietudes no nosso coração. Isso pode ser alegria, paixão, entusiasmo, mas não felicidade...

Acredite Sempre no Amor

Não fomos feitos para a solidão.
Se você está sofrendo por amor, está com a pessoa errada ou amando de uma forma ruim para você.
Caso tenha separado, curta a dor, mas se abra para outro amor.
Curta muito sua companhia.
Casamento dá certo para quem não é dependente.
Aprenda a viver feliz mesmo sem uma mulher (homem) a seu lado.
Se não tiver com quem ir ao cinema, vá com a pessoa mais fascinante: você!
Seja simples.
Retire da sua vida tudo que dá trabalho e preocupação desnecessárias.
Crie espaço para desfrutar mais a viagem da vida.
Arrisque.
O amor não é para covardes.
Quem fica à noite em casa sozinho só terá de decidir que pizza pedir e o único risco que correrá será o de engordar.
Seja feliz todos os dias.
A felicidade não é feita de coisas gigantescas, mas de pequenos cuidados com você.
Não se permita dormir sem ao menos alguns minutos de prazer.
Ouça uma música, tome um banho gostoso, leia algo prazeroso.
Tenha tempo para as pessoas importantes, filhos, esposa (marido), pais e irmãos são as pessoas que vão estar com você nos melhores e piores momentos de sua vida.
Respeite o seu jeito de ser, o pinheiro não inveja a roseira, a cerejeira está feliz com as suas frutas.
Não deixe de ser você para ganhar aplausos.
O sucesso é ser feliz.
Profundamente feliz!
O segredo é...
Não receber, é dar.
Não é magoar, é incentivar.
Não é descrer, é crer.
Não é criticar, é apoiar.
Não é ofender, é compreender.
Não é humilhar, é defender.
Não é julgar, é aceitar.
Não é esquecer, é perdoar.
Amizade é simplesmente amar.

quarta-feira, 12 de maio de 2010

Amigos São Anjos


Os verdadeiros amigos são anjos!
Descobri essa irrefutável verdade ao perceber o quanto são raras essas preciosidades que chegam de repente na vida da gente e se alojam devagarzinho em local especial e essencial da nossa existência. No decorrer dos anos, encontramos vários tipos de anjos. Alguns são sonsos, vão se apoderando do nosso carinho como quem não quer nada, até que, quando percebemos, já lhe dedicamos nosso afeto integral. Outros são mais atirados, já chegam mostrando claramente com seus olhos sinceros o quanto a nossa amizade é importante para eles...
Alguns chegam necessitando de curativos nos ferimentos causados por amigos que eram anjos. Outros chegam para sarar nossos próprios ferimentos. Alguns são leves e divertidos, nos mostram a alegria da vida. Outros não menos honestos nos mostram a seriedade com que a vida deve ser enfrentada. Algum tem suas qualidades tão à mostra que a um olhar já sabemos a que vieram, outros têm essas primeiras qualidades muito bem guardadas e precisamos ir desvendando-as aos poucos. Alguns esbarram na gente numa esquina qualquer, sem avisar e nos dão carinhos reais, sorrisos reais, proteção reais. Uns não são melhores nem piores do que os outros, são apenas diferentes, com suas qualidades que devemos salientar, com seus defeitos que devemos enfrentar, pois quando gostamos, temos o compromisso de ser feliz até aos defeitos de nosso anjo. O importante é tentarmos ao longo de nossas vidas, terem sempre algum anjo com a qual passamos contar nas horas alegres para rir com a gente, rir da gente, da vida, enfim, o importante é termos um anjo. O importante é sermos anjo. Lembre-se sempre que existe um anjo em sua vida.

Já Passaram por Aqui...

Seguidores

Pontinhos e Mensagens © 2008. Template by Dicas Blogger.

TOPO