segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Pedaços de Amizade


Eu digo que o tempo que ganhamos com cada amigo é o que faz cada amigo tão importante.
Amizades são feitas de pedacinhos de tempo que vivemos com cada pessoa, não importa a quantidade de tempo que passamos com cada amigo, mas a qualidade do tempo que vivemos com cada pessoa.
Cinco minutos podem ter uma importância do que um dia inteiro. Assim há amizades que são feitas de risos e dores compartilhados. Outros de escola, outros de saídas, cinemas, diversões. Ainda há aquelas que nascem e a gente nem sabe de que. Mas que estão presentes. Talvez estas sejam feitas de silêncio compreendido, onde há simpatia mútua sem explicação.
Hoje em dia muitas amizades são feitas só de e-mails e essas não são menos importantes, são famosas amizades virtuais. Diferentes até, mas não menos importantes.
Aprendemos a mar as pessoas sem que possamos julgá-las pela sua aparência ou modo de ser, sem que possamos e fazemos isto inconscientemente às vezes.
Etiquetá-las?!
Há amizades profundas que são criadas assim. San’t Expert’s disse: “Foi tempo que perdeste com tua rosa que fez tua rosa tão importante”.
Eu digo que é o tempo que ganhamos com cada amigo que faz cada amigo tão importante, porque tempo gasto com amigo é tempo ganho, aproveitado, vivido. São lembranças para cinco minutos depois ou anos até. Um amigo se torna importante para nós e nós para ele.
Quando somos capazes, mesmo na ausência, de rir ou chorar, de sentir saudade e neste instante trazes o outro bem pertinho de você. Desta forma podemos ter vários melhores amigos, de diferentes maneiras, o importante é saber aproveitar o máximo cada minuto vivido, é ter depois no baú das recordações horas para passar com os amigos, mesmo quando estes estiverem longe dos nossos olhos.
Você aí...! Você é responsável por tudo aquilo que você cativa.

Viver Não Dói


Definitivo, como tudo que é simples. Nossa dor não advém das coisas vividas, mas das coisas que foram sonhadas e não se cumpriram. Porque sofremos tanto por amor? O certo seria a gente não sofrer, apenas agradecermos por termos conhecido uma pessoa tão bacana, que gerou em nós um sentimento tão intenso e que nos fez companhia por um tempo razoável, um tempo feliz.
Sofremos porque? Porque automaticamente esquecemos o que foi desfrutado e passamos a sofrer pelas nossas projeções irrealizadas, por todas as cidades que gostaríamos de ter conhecido ao lado do nosso amor e não conhecemos, por todos os filhos que gostaríamos de ter tido juntos e não tivemos, por todos os shows e livros que gostaríamos de ter compartilhado e não compartilhamos. Por todos os beijos cancelados pela eternidade.
Sofremos não porque nosso trabalho é desgastante e paga pouco, mas por todas as horas livres que deixamos de ter para ir ao cinema, para conversar com um amigo, para nadar, para namorar.
Sofremos não porque nossa mãe é impaciente conosco, mas por todos os momentos em que poderíamos estar confidenciando a ela nossas mais profundas angústias se ela estivesse interessada em nos compreender.
Sofremos não porque nosso time perdeu, mas pela euforia sufocada.
Sofremos não porque envelhecemos, mas porque o futuro está sendo confiscado de nós, impedindo assim que mil aventuras nos aconteçam, todas aquelas com as quais sonhamos e nunca chegamos a experimentar.
Como avaliar a dor do que não foi vivido? A resposta é simples como um verso: “Se iludindo menos e vivendo mais”. A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que damos, nas forças que não usamos, na prudência egoísta que nada arrisca e que, esquivando-nos do sofrimento, perdemos também a felicidade.
A dor é inevitável.
O sofrimento é opcional.

Conselhos de Um Velho Apaixonado


Quando encontrar alguém e esse alguém fizer seu coração parar de funcionar por alguns segundos, preste atenção: pode ser a pessoa mais importante da sua vida.
Se os olhares se cruzarem e, neste momento , houver o mesmo brilho intenso entre eles, fique alerta: pode ser a pessoa que você está esperando desde o dia em que nasceu.
Se o toque dos lábios for intenso, se o beijo for apaixonante e os olhos encherem d’água neste momento, perceba: existe algo mágico entre vocês.
Se o primeiro e o último pensamento do seu dia for essa pessoa, se a vontade de ficar juntos chegar a apertar o coração, agradeça: alguém do céu te mandou um presente divino: o amor.
Se um dia tiverem que pedir perdão um ao outro por algum motivo e em troca, receber um abraço, um sorriso, um afago nos cabelos e os gestos valerem mais que mil palavras, entregue-se: vocês foram feitos um para o outro.
Se por algum motivo você estiver triste, se a vida te der uma rasteira e a outra pessoa sofrer o seu sofrimento, chorar as suas lágrimas e enxugá-las com ternura, que coisa maravilhosa: você poderá contar com ela em qualquer momento de sua vida.
Se você conseguir, em pensamento, sentir o cheiro da pessoa como se ela tivesse ali do seu lado...
Se você achar a pessoa maravilhosamente linda, mesmo ela estando de pijamas velhos, chinelos de dedo e cabelos emaranhados...
Se você não consegue trabalhar direito o dia todo, ansioso pelo encontro que está marcado para a noite...
Se você não consegue imaginar, de maneira nenhuma, um futuro sem a pessoa ao seu lado...
Se você tiver a certeza que vai ver a outra envelhecendo e, mesmo assim, tiver a convicção que vai continuar sendo louco por ela...
Se você preferir fechar os olhos, antes de ver a outra partindo: é o amor que chegou na sua vida.
Muitas pessoas apaixonam-se muitas vezes na vida, mas poucas amam ou encontram um amor verdadeiro.
Às vezes encontram e, por não prestarem atenção nesses sinais, deixam o amor passar, sem deixá-lo acontecer verdadeiramente.
É o livre arbítrio.
Por isso, preste atenção nos sinais.
Não deixe que as loucuras do dia-a-dia o deixem cego para a melhor coisa da vida: o amor!!
Ame muito... Muitíssimo...
Carlos Drumond de Andrade

terça-feira, 20 de janeiro de 2009

A Vida é Uma Estrada


Onde só se pode rodar num sentido.
Não há desvio ou retorno que nos conduza para trás.
Se soubermos aceitar este fato, a vida se torna mais simples e só então poderemos tirar o melhor proveito do que temos e do que somos.
A vida é muito preciosa, nunca esqueça disso.
Você tem apenas uma vida e pode até não dar valor para a sua vida.
Muitas vezes nossa vida parece um pouco complicada, mas pe tudo passageiro... São barreiras que aparecem para se vencer e aprender cada vez mais com elas...
Viva para o bem, que o bem será feito a você.
Viva sua vida com muito amor a ela mesma!
Águas passadas não movem moinhos. O futuro a Deus pertence!
Por isso, viva o que pode fazer de bom ainda hoje!

Você Sabe Amar?

Eu estou aprendendo.
Estou aprendendo a aceitar as pessoas, mesmo quando elas me desapontam, quando fogem do ideal que tenho para elas, quando me ferem com palavras ásperas ou ações impensadas.
É difícil aceitar as pessoas assim como elas são, não como eu desejo que elas sejam.
É difícil, muito difícil, mas estou aprendendo.
Estou aprendendo a amar, estou aprendendo a escutar, escutar com os olhos e os ouvidos, escutar com a alma e com todos os sentidos.
Escutar o que diz o coração, o que dizem os ombros caídos, os olhos, as mãos inquietas.
Escutar a mensagem que se esconde por entre as palavras corriqueiras, superficiais.
Descobrir a angústia disfarçada, a solidão encoberta.
Penetrar o sorriso fingido, a alegria simulada, a vangloria exagerada.
Descobrir a dor de cada coração.
Aos poucos, estou aprendendo a amar.
Estou aprendendo a perdoar.
Pois o amor perdoa, lança fora as mágoas e apaga as cicatrizes.
Que a incompreensão e a insensibilidade gravam no coração ferido.
O amor alimenta mágoas com pensamentos dolorosos.
Não cultiva ofensas com lástimas e auto comiseração.
O amor perdoa, esquece, extingue todos os traços de dor no coração.
Passo a passo, estou aprendendo a perdoar, a amor.
Estou aprendendo a descobrir o valor que se encontra dentro de cada vida, de todas as vidas, valor soterrado pela rejeição, pela falta de compreensão, carinho e aceitação.
Pelas experiências duras vividas ao longo dos anos.
Estou aprendendo a ver nas pessoas a sua alma, e as possibilidades que Deus lhes deu.
Estou aprendendo, mas como é lenta a aprendizagem!
Como é difícil amar, todavia tropeçando, errando, estou aprendendo...
Aprendendo a pôr de lado as minhas próprias dores, meus interesses, minha ambição, meu orgulho quando estes impedem o bem estar e a felicidade de alguém!
Como é duro amar!

quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Algum Tempo

Depois de algum tempo, você aprende a diferença, a sutil diferença entre dar a mão e acorrentar uma alma.
E você aprende que amar não significa apoiar-se e que companhia nem sempre significa segurança.
E começa a aprender que beijos não são contratos e que presentes não são promessas.
E começa a aceitar as derrotas com a cabeça erguida e olhos adiante, com a graça de uma criança e não com a tristeza de um adulto.
E aprende a construir todas as estradas no hoje, porque o terreno de amanhã é incerto para os planos e o futuro tem costume de cair em meio ao vão.
Depois de um tempo, você aprende que o sol queima se você ficar exposto por muito tempo.
E aprende que não importa o quanto você se importe, algumas pessoas simplesmente não se importam...
E aceita que não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai feri-lo de vez em quando e você precisa perdoá-lo por isso.
Aprende que falar pode aliviar dores emocionais.
Descobre que se levam anos para construir confiança e apenas alguns segundos para destruí-la.
E você pode fazer coisas num instante e se arrepender para o resto de sua vida.
Aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longa distância.
E o que importa não é o que você tem na vida.
E que bons amigos são a família que nos permitiram escolher.
Aprende que não temos que mudar de amigos se compreendermos que os amigos mudam, aprende que seu melhor amigo e você podem fazer qualquer coisa, ou nada, e terem bons momentos juntos.
Descobre que as pessoas com quem você mais se importa na vida são tomadas de você muito depressa, por isso, sempre devemos deixar as pessoas que amamos com palavras amorosas, pois pode ser a última vez que a vejamos.
Aprende que as circunstâncias e os ambientes têm influência sobre nós, mas nós monos.
Começa a aprender que não se deve comparar-se com os outros, mas com o melhor que você pode ser.
Descobre que se leva muito tempo para se tornar a pessoa que quer ser e que o tempo é curto.
Aprende que não importa aonde já chegou, mas onde está indo, mas se você não sabe para onde está indo, qualquer caminho serve.
Aprende que ou você controla seus atos ou ele te controlarão e que ser flexível não significa ser fraco ou não ter personalidade, pois não importa quão delicada e frágil seja uma situação, sempre existem dois lados.
Aprende que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer enfrentando as conseqüências.
Aprende que paciência requer muita prática.
Descobre que algumas vezes a pessoa que você espera que o chute quando você cai é uma das poucas que o ajudam a levantar.
Aprende que maturidade tem mais a ver com os tipos de experiência que se teve e que você aprendeu com elas do que quantos aniversários você celebrou.
Aprende que há mais dos seus pais em você do que você supunha.
Aprende que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são bobagens, poucas coisas são tão humilhantes e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso.
Aprende que quando se está com raiva você tem o direito de estar com raiva, mas isso não te dá o direito de ser cruel.
Descobre que só porque alguém não o ama do jeito que você quer que ame, não signifique que esse alguém não o ama com tudo que pode.
Existem pessoas que nos amam, mas simplesmente não sabem como demonstrar ou viver isso.
Aprende que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém, algumas vezes você tem que aprender a perdoar a si mesmo.
Aprende que com a mesma sensibilidade que você julga, você será em algum momento condenado.
Aprende que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido, o mundo não pára para que você o conserte.
Aprende que o tempo não é algo que possa voltar para trás.
Portanto, plante um jardim e decore sua alma ao invés de esperar que alguém lhe traga flores.
E você aprende que realmente pode suportar, que realmente é forte e que pode ir muito mais longe depois de pensar que não se pode mais.
E que realmente tem valor e que você tem valor diante da vida!!
Nossas dúvidas são traidoras e nos fazem perder o bem que poderíamos conquistar se não fosse o medo de tentar.

Se Eu Não Puder...

Se eu não puder ser a árvore frondosa, permita que eu seja o pequeno arbusto.
Se eu não puder ser o rio caudaloso, permita que eu seja o pequeno regaço.
Se eu não puder ser um rico palácio, permita que eu seja uma humilde choupana.
Se eu não puder ser a grande estrada, permita que eu seja o estreito caminho.
Se eu não puder ser a exuberante rosa, permita que eu seja a mais modesta violeta.
Se eu não puder ser a luz, permita que eu seja ao menos um reflexo.
Se eu não puder ser o amor, permita que eu seja a amizade.
Mas permita Senhor, que alguma coisa boa eu seja para que ao findar este ano alguém se recorde de mim, com amor.

Benditos

Benditos os que possuem amigos, os que os têm sem pedir, porque amigos não se pede, não se compra, nem se vende, amigo a gente sente!
Benditos os que sofrem por amigos, os que falam como olhar, porque amigos não se cala, não questiona, nem se rende, amigo a gente entende!
Benditos os que guardam amigos, os que entregam o ombro para chorar, porque amigo sofre e chora, amigo não tem hora pra consolar!
Benditos sejam todos os amigos, que acreditam na tua verdade, ou te apontaram a realidade, porque amigo é a direção, é a base quando falta o chão!
Benditos sejam todos os amigos de raízes verdadeiras, porque amigos são herdeiros da real sagacidade.
Ter amigos é a melhor cumplicidade!

Urgência em Viver

Esperamos demais para fazer o que precisa ser feito, num mundo que só nos dá um dia de cada vez, sem garantia de amanhã.
Enquanto lamentamos que a vida é muito curta, agimos como se tivéssemos a nossa disposição um estoque inesgotável de tempo.
Esperamos demais para dizer as palavras de perdão que precisam ser ditas, para por de lado os rancores que devem ser expulsos, para expressar gratidão, para dar ânimo, para oferecer consolo.
Esperamos demais para sermos generosos deixando que a demora diminua a alegria de dar espontaneamente.
Esperamos demais para ser pais de nossos filhos pequenos, esquecendo que é curto o tempo em que eles são pequenos.
Quão depressa a vida passa os faz crescer e ir embora.
Esperamos demais para dar carinho aos nossos pais, irmãos e amigos.
Quem sabe quão longe será tarde demais?
Esperamos demais para ler livros, ouvir música, ver os quadros que estão esperando para alargar nossas mentes, enriquecer nosso espírito e expandir nossa alma.
Esperamos demais para anunciar as preces que estão esperando para atravessar nossos lábios, para executar as tarefas que estão esperando para serem cumpridas, para demonstrar o amor que talvez não nos seja mais necessário amanhã.
Esperamos demais nos bastidores, enquanto a vida tem um papel para desempenhar no palco.
Deus está esperando que nós paremos de esperar.
Esperando começarmos a fazer agora tudo aquilo para qual este dia e esta vida nos foram dados.

sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

O Que Eu Também Não Entendo


Essa não é mais uma carta de amor
São pensamentos soltos
Traduzidos em palavras
Prá que você possa entender
O que eu também não entendo...

Amar não é ter que ter
Sempre certeza
É aceitar que ninguém
É perfeito prá ninguém
É poder ser você mesmo
E não precisar fingir
É tentar esquecer
E não conseguir fugir, fugir...

Já pensei em te largar
Já olhei tantas vezes pro lado
Mas quando penso em alguém
É por você que fecho os olhos
Sei que nunca fui perfeito
Mas com você eu posso ser
Até eu mesmo
Que você vai entender...

Posso brincar de descobrir
Desenho em nuvens
Posso contar meus pesadelos
E até minhas coisas fúteis
Posso tirar a tua roupa
Posso fazer o que eu quiser
Posso perder o juízo
Mas com você
Eu tô tranquilo, tranquilo...

Agora o que vamos fazer
Eu também não sei
Afinal, será que amar
É mesmo tudo?
Se isso não é amor
O que mais pode ser?
Tô aprendendo também...

Já pensei em te largar
Já olhei tantas vezes pro lado
Mas quando penso em alguém
É por você que fecho os olhos
Sei que nunca fui perfeito
Mas com você eu posso ser
Até eu mesmo
Que você vai entender...

Posso brincar de descobrir
Desenho em nuvens
Posso contar meus pesadelos
E até minhas coisas fúteis
Posso tirar a tua roupa
Posso fazer o que eu quiser
Posso perder o juízo
Mas com você
Eu tô tranquilo, tranquilo...

Agora o que vamos fazer?
Eu também não sei!
Afinal, será que amar
É mesmo tudo?
Se isso não é amor
O que mais pode ser?
Estou aprendendo também...

Já Passaram por Aqui...

Seguidores

Pontinhos e Mensagens © 2008. Template by Dicas Blogger.

TOPO